Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

day-to-day book, by Lau

day-to-day book, by Lau

19
Jan19

THE F*CKING QUEEN!

Cláudia Bragança

Related image

Maybe it's a little too late for this post but...

 

I'm crying like a child, between a feeling of pride and excitement, a bounch of thrills that this genious guys had make me feel on this movie. The immeasurable pride that I have in RAMI MALEK, my forever dear Elliot, that performed the legend who was Freddie Mercury in a way even more perfect that I imagined and always knew that he will do. 

What a piece of art this movie is! All of the scenes of "Live AID" are pure magic, pure love, pure emotion.

I've been waiting anxiously for this movie since that Rami has been anounced as Freddie because I knew, since that day, that it will be the glory of this BRILLIANT and talented kid, a tremendous actor who deserves all the recognition and this madness around his roll.

I'm just proud in a way that I can't explain right know because Rami, Freddie, Queen, "Bohemian Rhapsody" are meaning that love, faith and emotion makes all the diference and it's all that matters. 

08
Dez18

Party time

Cláudia Bragança

Zara

Thinking about all the celebrations that are coming? 
I am!

 

E encontrei o vestido perfeito
É super versátil e aquele toque de brilho torna-o perfeito para esta época de celebrações.
Imagino-o conjugado com tudo, cowboy boots, sapatilhas (as Adidas Stan Smith clássicas com o calcanhar azul que ando a namorar!), sandálias pretas (...), um mega casaco de pêlo e acessórios prateados (muitos anéis ou mesmo os brincos da modelo!). 
Easy & perfect! 

02
Dez18

Novo capítulo

Cláudia Bragança

"O dia estava igual a este há 29 anos, disse-me há pouco a minha mãe. Chovia desalmadamente no Pinheiro! Tenho a minha vida toda este pequeno orgulho de ter nascido num dia tão emblemático da minha cidade, que amo. Gosto de fazer anos, gosto de fazer anos neste dia, das pequenas atenções e do carinho, da lembrança das pessoas. Gosto sobretudo da renovação e do ponto de viragem que é o meu aniversário. Repetiu-se mais de 20 vezes a imagem desta fotografia. Fui em (quase) todas tão feliz assim. Já não espero tanto, já não peço tanto e, se pensar bem, o que peço é tudo o que importa. No #ultimodosvinte quero os meus (poucos) comigo, a certeza do caminho, a força de (me) acreditar. Esta paz que conquistei, que me descansa e me orgulha. No #ultimodosvinte sou grata como nunca fui, espero menos do que alguma vez esperei e tenho a força que nunca tive para o que vem. Fecho um capítulo e começo outro que, não duvido, será lindo de se ver porque #iknowtheauthor and it’s a woman."

 

Escrevi este texto há três dias, no dia do meu 29º aniversário. O dia em que quis acabar um e começar outro capítulo. Uma parte desse capítulo começa aqui.
Perdi a conta ao número de vezes que me disseram "porque não crias um blogue?" ou "tens tanto jeito para escrever, devias criar um blogue!". Só não foram mais do que as vezes em que efetivamente criei uma página mas encravei no nome que deveria dar-lhe ou na personalização que queria que tivesse. Muito menos ainda do que as desculpas que (me) inventei para não seguir em frente, ou porque não teria disponibilidade ou inspiração para o manter ou porque quem iria querer lê-lo, na verdade? Ou porque escrever é um exercício tão sagrado para mim que não tinha a certeza de querer partilhá-lo com o mundo. Ainda porque não saberia exatamente se o limitava a um tema, a qual tema, ou se deixava simplesmente a escrita fluir, sobre o que quer que fosse. Se deixaria que a estética e o visual tomassem parte algumas vezes. Aquele(s) fantasma(s) de avaliações e julgamentos externos falaram mais alto, vezes demais. 
Pareceu-me que o dia do meu 29º aniversário seria perfeito para começar este novo capítulo. Porque, como sempre, é no meu aniversário que, para mim, as viradas acontecem. É no meu aniversário que os capítulos se começam e porque não deixei, nunca mais, que o exterior fosse mais forte do que a força da minha vontade e do meu amor próprio.
E que propósito maior tenho do que escrever? Não me lembro!

Bem-vindos!
É aqui que vou escrever, rabiscar, partilhar, umas vezes com mais vontade do que outras. É aqui que serei só quando quiser ser. Como quiser ser.

#hinewchapter

Mais sobre mim

Social Media

Arquivo